Archive for the ‘Justiça’ Category

Não se deixem enganar

Author: susanadeoliveira

“Não se deixem enganar: de Deus não se zomba. Pois o que o homem semear, isso também colherá.
Quem semeia para a sua carne, da carne colherá destruição; mas quem semeia para o Espírito, do Espírito colherá a vida eterna.
E não nos cansemos de fazer o bem, pois no tempo próprio colheremos, se não desanimarmos.”
Gálatas 6:7-9

Sinceramente, acredito que nunca antes no mundo houve tanto engano! Em nome da religião, pessoas enganam a si próprias e outros enganam multidões. O segredo para não ser enganado é mergulhar na Palavra de Deus.

Disse Jesus (…): “Se vocês permanecerem firmes na minha palavra, verdadeiramente serão meus discípulos.
E conhecerão a verdade, e a verdade os libertará”.
João 8:31-32

A religião que Deus, o nosso Pai aceita como pura e imaculada é esta: cuidar dos órfãos e das viúvas em suas dificuldades e não se deixar corromper pelo mundo.
Tiago 1:27

Eu mereço!?

Author: susanadeoliveira

Essa reflexão vai para aqueles que se consideram boas pessoas, incompreendidos, merecedores de algum reconhecimento, injustiçados, para todos nós, vale a reflexão:

Como está escrito: “Não há nenhum justo, nem um sequer; Portanto, ninguém será declarado justo diante dele (de Deus) baseando-se na obediência à lei, pois é mediante a lei que nos tornamos plenamente conscientes do pecado. Romanos 3:10, 20

Mas agora se manifestou uma justiça que provém de Deus, independente da lei, da qual testemunham a Lei e os Profetas, justiça de Deus mediante a fé em Jesus Cristo para todos os que crêem. Não há distinção, pois todos pecaram e estão destituídos (separados) da glória de Deus, sendo justificados gratuitamente por sua graça, por meio da redenção que há em Cristo Jesus. Romanos 3:21-24

Pois vocês são salvos pela graça, por meio da fé, e isto não vem de vocês, é dom de Deus; não por obras, para que ninguém se glorie. Efésios 2:8-9

Não por merecimento, mas por sua graça, por seu amor expresso em extravagância através do sacrifício de Jesus Cristo! Como diria o poeta, nós somos a verdadeira causa do mal, o motivo do caos que tanto odiamos. E, a todos quanto quiserem, é dado de graça o dom da vida, a comunhão com Deus?! Graça sobre graça. Você não é merecedor, você é amado acima de qualquer (não)merecimento. Somos amados acima de qualquer injustiça, de qualquer tipo de mazela que possamos ter cometido ou que venhamos a cometer. Amados ao ponto de o filho de Deus morrer nossa morte para que pudéssemos viver sua vida. Pela fé somos considerados filhos de Deus, co-herdeiros com Cristo. Pela fé somos regenerados, transformados, renovados, vivificados, justificados. Pela fé temos paz com Deus, não apenas esperança, mas convicção das bênçãos que estão por vir. A gratidão e o arrependimento nos ajudam a colocar o foco no lugar.

Pois pela graça que me foi dada digo a todos vocês: ninguém tenha de si mesmo um conceito mais elevado do que deve ter; mas, pelo contrário, tenha um conceito equilibrado, de acordo com a medida da fé que Deus lhe concedeu. Romanos 12.3

O primeira mensagem

Author: susanadeoliveira

equidade |qüi|
(latim aequitas, -atis)

s. f.
1. Igualdade.
2. Rectidão na maneira de agir. = IMPARCIALIDADE
3. Reconhecimento dos direitos de cada um.
4. Justiça recta e natural.
vender com equidade: contentar-se com um ganho razoável, sem se valer da necessidade que o comprador tem do género.
Antónimo Geral: INIQUIDADE

“Conheces as nossas iniqüidades; não escapam os nossos pecados secretos à luz da tua presença.”
Salmos 90:8

Logo após a famosa experiência de Jesus no deserto, aquela em que foi tentado, “Desde então começou Jesus a pregar, e a dizer: Arrependei-vos, porque é chegado o reino dos céus.” (Mateus 4:17). Por que Ele pregou o arrependimento? Pergunto. O Salmo responde: Porque “o Senhor é Justo (…) nele não há injustiça.” (Salmo 92.15)

A injustiça gera dor, tristeza, corrói, revolta, traz ira ao coração, indignação. Se é assim para nós, não seria indiferente ao coração daquele que é Justo, completamente reto,  plenamente santo e imparcial. Como seria indiferente ao coração daquele que tudo vê, àquele que nada está encoberto, nem mesmo os segredos mais ocultos da intensão do homem?

É sublime a experiência de Jesus diante da mulher adúltera prestes a ser apedrejada. Jesus, Jesus, Jesus… A situação era óbvia! A mulher havia sido pega no ato! Adúltera. E os homens queriam pegá-lo em contradição, pois diante da lei de Moisés, ela deveria ser apedrejada. Porém, “O povo, que estava assentado em trevas, Viu uma grande luz; E, aos que estavam assentados na região e sombra da morte, A luz raiou.” (Mateus 4:16) Aquele que tudo vê, disse a eles que aquele que não tivesse nenhum pecado, atirasse a 1ª pedra. Fantástico! Um a um foram indo embora e já não haviam mais acusadores. “Eu também não a condeno - disse Jesus. Agora vá e abandone sua vida de pecado”. (João 8:11)

Jesus não apoiou a conduta daquela mulher! Absolutamente. Mas o amor veio junto, veio primeiro. Porque Ele é amor em essência. Você nunca verá um verdadeiro cristão deixar de pregar o arrependimento ou denunciar as nossas iniquidades que ofendem e maltratam o coração de Deus. Se você foi um dia ferido por um pregador ao tentar traduzir esta mensagem, lembre-se de que “Como está escrito: Não há um justo, nem um sequer.” (Romanos 3.10) Por isso, sem exceção, todos nós somos chamados ao arrependimento. Não foi a toa que esta foi sua primeira pregação.

Erga a sua voz!

Author: susanadeoliveira

“Erga a voz em favor dos que não podem defender-se, seja o defensor de todos os desamparados. (…) defenda o direito dos pobres e dos necessitados.” Provérbios 31.8-9

Falamos muito sobre o amor. E, sinceramente, tenho certeza que a maioria de nós gostaria de vivê-lo de uma maneira mais efetiva e prática. É fácil amar quem nos ama. Mas é um desafio para cada um de nós olhar para o outro, para o rosto desconhecido, para a luta dos anônimos, ouvir o choro dos esquecidos, marginalizados, desamparados, sentir compaixão de verdade pelo pobre e necessitado, sentir a dor do doente, parar para se doar um pouquinho por um idoso, dar um auxílio para um órfão ou para uma viúva.

Talvez você me pergunte: Susana, eu gostaria de me levantar em favor deles, mas como?  Bom, tenho algumas dicas!

Seja simples e prático. Quem é você?! Quais são as suas habilidades e aptidões? Qual é a sua formação? Onde você mora? Quem são seus vizinhos? Quem está perto de você? Como é a sua família e quais são as suas necessidades especiais? O problema é que queremos ser vistos. Queremos fazer algo que sejamos notados, algo que tenha visibilidade ou grande repercussão. Bobagem! Faça aquilo que Deus coloca em suas mãos para fazer! Use a riqueza que há em você, seus dons e habilidades, seu conhecimento adquirido e doe-se! Olhe para quem está em seu alcance! Olhe para aqueles que estão perto de você. Perceba o tamanho do SEU abraço e doe-se! Que esse seja o seu grito!

2ª dica: por que não se envolver com grupos que já estão atuando? Existem muitas iniciativas, ongs, grupos de ação social em igrejas, favelas, zonas de risco, prostituição, hospitais, prisões, abrigo de crianças, idosos, gente desenvolvendo as mais variadas atividades por amor, por misericórdia! Por que não se envolver? Por que querer começar tudo do zero sempre? Por que não contribuir? Talvez você pense que não sabe fazer nada, mas se tiver ouvidos e disposição para ouvir pode ser muito útil num asilo, por exemplo! Somos indesculpáveis!

3ª dica: não doe apenas, ensine e treine as pessoas também. Se você apenas der algo, seja ele recurso, comida, coisas materiais, tratamento médico, dentário, uma consultoria qualquer, uma música, um teatro, uma palavra ou oração, enfim, sempre que der algo também ensine, capacite, treine as pessoas. Se você leva junto o conhecimento a sua doação não vai morrer, ela vai continuar fazendo a diferença. Se você apenas doar, suas ações serão pontuais, sem muita chance de desdobramentos, podendo até gerar algum tipo de dependência.

E finalmente, tenha em mente que é melhor dar que receber! Esta é uma verdade bíblica maravilhosa. A maior satisfação é de quem dá. Nada se compara! Não faça por elogios, reputação, vitrine, necessidade de ser aceito, por se achar muito bom, nem por nenhuma outra motivação a não ser o amor. Em Cristo você encontra uma fonte inesgotável de amor! Nele, nunca vai faltar combustível! E então com um coração correto, vai perceber que nada se compara a satisfação daquele que se doa. Levante-se, erga o seu olhar e veja! Veja ao seu redor. Suas atitudes falarão muito mais alto que o som do seu discurso.

Não se engane!

Author: susanadeoliveira

Quando ouvir alguém anunciar o “evangelho”, tenha sempre um filtro nos ouvidos: o amor. O verdadeiro evangelho se resume no amor. Então, se não passar nesse crivo, DUVIDE!!! Por favor.

Qualquer um pode usar um texto isolado das escrituras para defender suas próprias teorias. Pois saiba que toda a Bíblia, de acordo com o ensino de Jesus, se resume em dois mandamentos! Veja:

“Mestre, qual é o maior mandamento da Lei?
Respondeu Jesus: ‘Ame o Senhor, o seu Deus de todo o seu coração, de toda a sua alma e de todo o seu entendimento’.
Este é o primeiro e maior mandamento.
E o segundo é semelhante a ele: ‘Ame o seu próximo como a si mesmo’.”

Mateus 22:36-39

E o mais sublime e elevado modelo de amor nos ajuda a compreender que o verdadeiro amor fala de doação, serviço, entrega, abrir mão, alto preço. Me dê uma palavra para definir o contrário de amor?! Normalmente pensamos em ódio, não é?! Mas as palavras mais apropriadas talvez sejam egoísmo, ou, orgulho.

Sinceramente, posso dizer que o evangelho de Cristo, a boa notícia do céu em nosso coração, é simples na essência e me toca de maneira integral: mente, corpo e espírito.

Mente. É claro que a fé desafia nossa razão. Muitas vezes, a fé ofende a razão da gente mesmo. Quer um exemplo melhor que o perdão? O ensino do perdão é puro amor, e o perdão ofende nossa razão. Mas com o auxílio do Espírito Santo, eu clamo, eu decido, eu permito que a minha mente seja transformada e renovada, e a minha razão vai sendo submetida a razão de Cristo, a mente de Cristo. E esta mentalidade, a mentalidade do amor é vida e paz (Romanos 8.6).

O corpo? Assim como o atleta faz, cada um precisa disciplinar seu corpo. O corpo é burro, precisa ser disciplinado. Quem é dominado pela carne não pode agradar a Deus (Romanos 8:8). Percebe como Deus não quer arrancar a nossa mente e sim santificá-la?! Moldá-la à maneira de Cristo?

Não se engane! Os falsos profetas estão aos montes, é tão assustador quanto previsível. Evangelho egoísta, evangelho orgulhoso, evangelho show, evangelho comercial, evangelho fácil, evangelho masoquista… ah não, muito obrigada, eu fico com o verdadeiro evangelho, o amor encarnado. Por Ele eu luto, me converto a cada dia, me arrependo, me renovo, me levanto, me dedico, dele eu me alimento e dependo.

“e numerosos falsos profetas surgirão e enganarão a muitos.
Devido ao aumento da maldade, o amor de muitos esfriará,
mas aquele que perseverar até o fim será salvo.”

Mateus 24:11-13

Pois a palavra de Deus é viva e eficaz, e mais afiada que qualquer espada de dois gumes; ela penetra ao ponto de dividir alma e espírito, juntas e medulas, e julga os pensamentos e intenções do coração. Nada, em toda a criação, está oculto aos olhos de Deus. Tudo está descoberto e exposto diante dos olhos daquele a quem havemos de prestar contas.

Hebreus 4:12-13

Olhou para ele e o amou

Author: susanadeoliveira

“Jesus olhou para ele e o amou. ‘Falta-lhe uma coisa,’ disse ele.” Marcos 10.21

Certa vez um homem importante foi correndo até Jesus e lhe perguntou o que deveria fazer para herdar a vida eterna. Acredito que aquele jovem esperava um sorriso no rosto de Jesus e talvez ouvir uma frase do tipo: “Você é um homem bom, observa os mandamentos, age com integridade, nada lhe falta. Vá em paz, continue a viver e desfrutar das bênçãos do céu sobre a sua vida.” Mas a Bíblia nos conta que não foi essa a reação dele.

Sabe, a maioria de nós age dessa maneira. Pensamos: “Eu sou uma pessoa boa. Tenho meus defeitos, é claro, mas todos têm seus defeitos. E, afinal de contas, Deus é tão bom e amoroso, não há o que se preocupar.” Orgulho puro. Achamos que somos tão bons que as nossas atitudes nos justificam diante de Deus. Mas eu preciso te dizer que a nossa justiça não passa de trapos sujos diante da santidade e perfeição de Deus.

Jesus sabia muito bem disso! Jesus sabia que homem algum pode herdar a vida eterna por esforço próprio! Jesus sabia que havia um engano na mente daquele jovem e, pior que isso, sabia que no coração dele havia outro deus, um concorrente, algo que ele se apegou nessa vida e que lhe era importante demais… importante demais para sequer pensar em renunciar.

“Eu sou o caminho, a verdade e a vida. Ninguém vem ao Pai a não ser por mim.” João14.6

Jesus pagou o preço do meu bilhete de entrada no céu. A sua própria vida foi o preço. Meu esforço não paga e nem o seu. Fomos feitos para andar em boas obras, é verdade, e Deus se agrada disso. Mas só há um caminho para herdar a vida eterna, Jesus o Cristo. A sua vida e a sua morte são a expressão magnífica do amor de Deus, Jesus é a encarnação do amor de Deus. Quem rejeita o filho, rejeita a vida, rejeita o próprio Deus. Aquele que se rende completamente em atitude de fé, esse recebe o filho, recebe a vida.

“Jesus olhou para ele e o amou. ‘Falta-lhe uma coisa,’ disse ele.” Marcos 10.21

Quando ele olha pra você ele te ama. Não tenha dúvidas disso! Por isso, seria incapaz de mentir! ‘Falta-lhe uma coisa.’ O que poderia faltar? O rapaz era irrepreensível desde menino! ‘Vai, vende tudo o que você possui e dá o dinheiro aos pobres (…). Diante disso ele ficou abatido e afastou-se triste porque tinha muitas riquezas.’

A que a sua alma se apegou? Não seja hipócrita, pense! Tem algo em minha vida que eu não seria capaz de abrir mão por amor a Deus?! Faça uma pausa. Existe algo em minha vida que eu amo mais, que me satisfaz mais que o Senhor? Faça uma pausa porque se tiver algo precioso demais, algo que você não seria capaz de simplesmente devolver ao Senhor, abrir mão, você está como esse jovem rico: falta-lhe algo para herdar a vida eterna.

“De todos os mandamentos, qual é o mais importante? Respondeu Jesus: “O mais importante é este: ‘Ouve, ó Israel, o Senhor, o nosso Deus, o Senhor é o único Senhor. Ame o Senhor, o seu Deus de todo o seu coração, de toda a sua alma, de todo o seu entendimento e de todas as suas forças’. Marcos12.28-30

Ouve, escuta esta mensagem: o Senhor, o nosso Deus, o Senhor é o único Senhor. Esse é o mandamento mais importante! Se algo toma o primeiro lugar em seu coração, falta-lhe uma coisa. Entregue. Não hesite, entregue de todo o coração, de todas as forças, de todo o entendimento e intelecto! Entregue tudo. Abra mão, se esvazie de você mesmo, de sua razão. Se um relacionamento tomou a pole position no seu coração, falta-lhe uma coisa. Se o seu carro ganha mais tempo e dedicação que o Senhor, falta-lhe uma coisa. Se o seu emprego é a sua segurança e de sua família, falta-lhe uma coisa. Onde está a sua riqueza? Onde está o seu coração? Se qualquer coisa nessa vida ganha sua atenção e dedicação mais que o Senhor, falta-lhe uma coisa. E se você chegou até aqui comigo, saiba que é porque ele está olhando para você, te ama e muito. Por favor, não demore a corresponder. Ele mesmo fará valer a pena.

Fiat Lux (haja luz!)

Author: susanadeoliveira

Via de regra achamos que temos razão. É a mão preferencial de todo mundo. E não apenas temos razão, nos enchemos de justiça própria. Afinal, somos tão corretos, tão bons, tão amorosos, tão tão tão… Esse texto expõe o nosso coração. Ao menos o meu. Espero que nos leve de volta para a luz.

“Escrevemos estas coisas para que a nossa alegria seja completa. Esta é a mensagem que dele ouvimos e transmitimos a vocês: Deus é luz; nele não há treva alguma. Se afirmarmos que temos comunhão com ele, mas andamos nas trevas, mentimos e não praticamos a verdade. Se, porém, andamos na luz, como ele está na luz, temos comunhão uns com os outros, e o sangue de Jesus, seu Filho, nos purifica de todo pecado. Se afirmarmos que estamos sem pecado, enganamo-nos a nós mesmos, e a verdade não está em nós. Se confessarmos os nossos pecados, ele é fiel e justo para perdoar os nossos pecados e nos purificar de toda injustiça.”

IJoão1.4-9

A Lei

Author: susanadeoliveira

A verdade da Palavra de Deus é que não somos aceitos ou justificados mediante a observância da Lei, mas sim pela fé, por meio da graça e da redenção que há em Cristo Jesus. “(…)o homem é justificado pela fé, independente da obediência a Lei.” (Romanos3. 28) E graças a Deus por isso! Pois não “não há nenhum justo, nem um sequer, (…) não ninguém que faça o bem, nenhum sequer.” (vs.10-12) Não há ninguém tão perfeito assim! Por isso, recebemos essa graça de Deus, baseada no amor: justificação pela fé em Jesus Cristo, o amor encarnado. Por isso, pecamos a vontade e “anulamos então a Lei pela fé? De maneira nenhuma! Ao contrário, confirmamos a Lei.” (v.31)

Os Dez Mandamentos (Êxodo20.1-17)

Eu sou o Senhor, o teu Deus. Não terás outros deuses além de mim.

Não farás para ti nenhum ídolo, nenhuma imagem de qualquer coisa no céu, na terra, ou nas águas debaixo da terra. Não te prostrarás diante deles, nem lhes prestarás culto, porque eu, o Senhor, o teu Deus, sou Deus zeloso.

Não tomarás em vão o nome do Senhor, o teu Deus.

Lembra-te do dia do sábado, para santificá-lo.

Honra teu pai e a tua mãe, a fim de que tenhas vida longa na terra que o Senhor, o teu Deus, te dá.

Não matarás.

Não adulterarás.

Não furtarás.

Não darás falso testemunho contra o teu próximo.

Não cobiçarás a casa do teu próximo. Não cobiçarás a mulher do teu próximo, nem seus servos ou servas, nem seu boi ou jumento, nem coisa alguma que lhe pertença.

“é mediante a Lei que nos tornamos plenamente conscientes do pecado.” (Romanos3.20)

Desejos

Author: susanadeoliveira

Temos tantos desejos. Não é à-toa que as pessoas cantam o parabéns ano após ano e fazem questão das velinhas para fazer o que? Desejos. Outros oram todos os dias antes de dormir! Mas no fundo o conteúdo de suas orações não passam de desejos. Os mais espirituais, mais compenetrados e disciplinados na Palavra e oração, se esforçam para ser corretos diante de Deus, para agir de uma maneira que agrade a Ele. Porém, ainda assim, muitas vezes temos dificuldade em discernir qual é a fonte dos nossos desejos!

Somos movidos por desejos. Isso é um fato. O importante aqui é conseguir identificar a fonte desses desejos! “Quem vive segundo a carne tem a mente voltada para o que a carne deseja; mas quem vive segundo o Espírito (de Deus) tem a mente voltada para o que o Espírito deseja.” (Romanos 8.5) Entende?! Podemos estar cheios de desejos, sonhos, vontades, planos, metas, propósitos, etc… Mas será que eles são fruto da carne? São fruto do meu egoísmo? Só servem para me colocar num lugar mais confortável e prazeroso? O texto continua dizendo que a mentalidade da carne conduz a morte e, ainda mais, diz que é impossível agradar a Deus vivendo dominado por desejos próprios. Não se engane, há muitos frequentadores de igreja ofendendo e desagradando a Deus, infelizmente. Existem muitas pessoas muito boas, que até querem, mas que não estão agradando, o orgulho as impede de perceber isto.

Mas e esse tal desejo do Espírito?! O texto diz que ele produz vida e paz. Só existe uma maneira de ser dominado pelo Espírito! Se Ele habitar em você, se você passar a pertencer a Cristo. Nem todos são filhos de Deus, é preciso nascer de novo… (João 1.12) Se Cristo está em você o corpo, a carne, os desejos naturais são mortos a cada dia e o Espírito produz vida e paz verdadeiras. Efésios 5.18 nos orienta assim: “Não se embriaguem com o vinho, mas deixem-se encher pelo Espírito.” Essa embriaguez aqui está diretamente relacionada com os desejos naturais, os desejos e o domínio da carne.

Sabe, o caminho que leva a vida continua estreito. É muito fácil caminhar de acordo com os nossos próprios desejos e ambições. Mas Deus rejeita esse coração obstinado. É impossível agradá-lo caminhando dessa maneira. Hoje é dia de avaliar as fontes. Faça como Davi e peça a Deus que abra seus olhos. Ninguém é tão bom assim, tão perfeito que não tenha do que se arrepender e voltar. Se perceber que a sua fonte de desejos é carnal, se desespere, ore, se humilhe diante de Deus, peça perdão, restauração, peça que Ele mostre o caminho e venha fazer casa em você!

“De onde vêm as guerras e contendas que há entre vocês?

Não vêm das paixões que guerreiam dentro de vocês?

Vocês cobiçam coisas, e não as têm; matam e invejam, mas não conseguem obter o que desejam.

Vocês vivem a lutar e a fazer guerras. Não têm, porque não pedem.

Quando pedem, não recebem, pois pedem por motivos errados, para gastar em seus prazeres.

Adúlteros, vocês não sabem que a amizade com o mundo é inimizade com Deus?

Quem quer ser amigo do mundo faz-se inimigo de Deus.

Ou vocês acham que é sem razão que a Escritura diz que o Espírito que ele fez habitar em nós tem fortes ciúmes?

Mas ele nos concede graça maior. Por isso diz a Escritura:

“Deus se opõe aos orgulhosos, mas concede graça aos humildes”.  (Tiago 4.1-6)


Somos os mesmos?

Author: susanadeoliveira

A situação não era nada boa. Foi preciso Deus passar uma longa e detalhada descrição do templo para Ezequiel para que ele ajudasse o povo a perceber o quanto eles estavam longe de Deus, o quanto suas atitudes eram rebeldes, obstinadas e repugnantes diante de Deus… Definitivamente o povo havia perdido o temor. Deus os chamou de nação obstinada e endurecida. E o mais incrível é que eram os seus, não eram estrangeiros, gentre estranha… mas estavam com os ouvidos tampados e o coração duro. Por isso, Deus manda que Ezequiel diga ao povo: “Esta é a lei do templo: toda a área ao redor, no topo do monte, será santíssima. Essa é a lei do templo.” (Ezequiel 43.12)

Vamos concordar que a situação não é nada boa hoje em dia. Talvez se Deus fizesse uma descrição bem detalhada do templo (você!) a gente começasse a perceber o quanto estamos longe de Deus, o quanto nossas atitudes são rebeldes, o quão obstinado é o nosso coração e quão repugnantes são as nossas atitudes egocêntricas. O mais triste é que não estou falando daqueles não o conheceram, não estamos falando de gente estrangeira, mas dos de casa. Ouvidos tampados e coração endurecido… Talvez, tenham perdido o temor… Não acredito que esse lei tenha mudado! “Esta é a lei do templo: toda a área ao redor, no topo do monte, será santíssima. Essa é a lei do templo.” (Ezequiel 43.12)

santo

adj. 1. Essencialmente puro, perfeito em tudo;

2. Que vive na Lei de Deus;

3. Bem-aventurado, sagrado;

4. Eficaz, que cura;

5. Santificado (dia);

6. Inocente, imaculado, inviolável;

7. Dedicado a Deus.

(segundo Dicionário Priberam da Língua Portuguesa)